18 agosto 2011

Estória de Seu Deusim e Outros

CONVERSA SÉRIA.

Fazendeiro, que morava na capital, apaixonou-se pela mulher do caseiro e foi correspondido. As idas para a fazenda, que eram mensais, começaram a ser quinzenais e depois semanais. A duração aumentou: dois, três, quatro dias. Acabou chamando a atenção de um filho que descobriu a aventura.
-“Papai, isso é muito perigoso. O Senhor sabe como essas coisas são resolvidas no sertão; é na base da peixeira.”
Como o fazendeiro não desistiu das visitas, o filho voltou a falar.
-“ Se o Senhor não quer parar, prepare para se defender; tudo pode acontecer.” O homem achou mais fácil botar um revólver no porta luvas. Algum tempo depois foi procurado pelo caseiro na hora do almoço.
- “Doutor preciso ter uma conversa com o Senhor.”
-(Valha-me Deus. Acho que ele descobriu; mas como não tem outra solução...) “Pois não Fulano pode dizer.”
-“Não doutor a conversa é séria e tem que ser em particular.”
-( É! Não há mais dúvida; vou ter que enfrentar... Entraram no carro e procuraram um lugar afastado.)
“Diga fulano.”
- “Doutor!! A nossa mulher tá traindo a gente.”
Postar um comentário