09 agosto 2010

Estórias de Seu Lunga

Seu Lunga dava uma surra motorizada no filho e o menino gritava:

- Tá bom, pai!
- Tá bom, pai!
E Seu Lunga:
- Tá bom, é, fidumaégua? Quando tiver ruim tu me avisa, que eu paro.
***
Seu Lunga foi a igreja e o padre, muito satisfeito, pois o truculento homem não era muito de rezas, perguntou todo feliz. "Orando a Deus Seu Lunga?". Seu Lunga, procurando conter a raiva, respondeu. "Não, seu padre, só estou aporrinhando o cão com reza!".
***
 Seu Lunga encontra um conhecido e diz que está indo ao enterro do Chico pedreiro. O conhecido, muito espantado, cai na besteira de perguntar:

- Mas, o Chico pedreiro morreu?...
Seu Lunga , irônica e grosseiramente responde:
- Não!... A família resolveu enterra-lo vivo.
Postar um comentário